Dicas

Logística para e-commerce: conheça as 5 melhores práticas

Um dos grandes desafios para os comerciantes que possuem um negócio online é a logística para e-commerce, independentemente do porte da empresa. Falhas de entrega, produtos enviados erroneamente ou fora do prazo são sinônimo de perda de cliente.

Os consumidores estão cada vez mais exigentes e atentos às suas compras. Prazos de entrega muito longos e poucas opções de frete são alguns motivos que podem estimular a desistência de uma compra prestes a ser finalizada.

A logística de um site precisa funcionar como engrenagens. Se acontece algum problema com uma peça, se estende a todo o processo de produção. 

Alguns dos erros mais comuns de logística para e-commerce podem ser evitados com planejamento e organização. Abaixo vamos falar sobre 5 práticas que devem ser levadas em consideração no quesito logística. Confira!

1. Controle de estoque: mantenha um inventário atualizado

logística para e-commerce

Quando um cliente opta por comprar um produto e, após a compra, recebe uma mensagem dizendo que o item está zerado no estoque, ele ficará desapontado e, provavelmente, não voltará a comprar.

Ter um controle de entrada e saída de produtos é importante até mesmo para saber o momento ideal de repor o estoque.

Esse problema pode ser evitado com uma ferramenta como um ERP ou um sistema de CRM que avise quando seus estoques estão baixos.

2. Transportadora: tenha uma parceira em logística para e-commerce

Contar com uma transportadora como parceira na logística para e-commerce pode melhorar muito a performance de seus envios.

Ao escolher uma transportadora, leve em consideração a estrutura antes do custo. Claro que os dois precisam ser combinados e escolhidos de acordo com seu orçamento.

Opte por escolher transportadoras reconhecidas no mercado para evitar problemas de atrasos, produtos danificados, errados, etc.

3. Correios: opte por reconhecimento e tradição

via GIPHY

Para otimizar a logística interna, os Correios criaram o SIGEP. Essa ferramenta facilita a preparação e a gestão das postagens, disponibilizando para o cliente o rastreio do seu objeto. Assim, ele pode acompanhar todo o processo de entrega.

4. Logística reversa: não faça das trocas um martírio

O e-commerce é campeão de trocas. Quando se trata de logística para e-commerce a logística reversa é fundamental para o funcionamento do processo de fidelização do cliente.

Realizar a coleta da mercadoria na casa do cliente, evitar que ele tenha esforço para troca e deixar claro em seu site como funciona o procedimento de trocas/devoluções é questão de respeito ao consumidor.

O cliente se sente mais seguro quando tem certeza de que pode realizar a troca do produto adquirido. Facilitando o processo de troca você conquista a confiança do seu consumidor e aumenta as vendas.

5. Self storage: opte pela solução que você precisa

Um self storage é uma excelente opção de estoque para e-commerce e lojas de shopping, por exemplo.

Para lojistas que não têm espaço ou desejam cortar custos com o estoque, essa é a melhor opção. No self storage você escolhe um local com a metragem ideal para suas necessidades de armazenamento e pode usar apenas pelo tempo que for necessário para suas necessidades.

logística para e-commerce

Ao optar pelo self storage você mantém seu estoque em um local de fácil acesso à sua loja sem arcar com os custos de um aluguel comercial.

Portanto, o trabalho de logística para e-commerce pode ser mais eficaz quando se tem conhecimento e controle de todos os processos envolvidos. É possível reduzir custos mantendo a qualidade dos seus produtos e entregas.

Gostou deste post? Leia também nosso artigo sobre Gestão de ecommerce.

 

Você também pode gostar
custos de logística
Aprenda como reduzir os custos de logística da sua empresa
brechó
Quer montar um brechó? Veja 5 dicas para uma boa gestão
como proteger a casa: casa com céu ensolarado
Saiba como proteger sua casa durante uma viagem

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This